QUE A PAZ CHOVA NO MUNDO

SoniaNogueira

Arte e Emoção Caminhando

Textos


*O GATO E O RATO
Por Sonia Nogueira

O ratinho Roiroi, andava triste e contrariado. Perguntou a dona Ratazana, sua mãe:
Mãe, porque o gato corre tanto atrás de mim? Quando boto a cabeça fora da toca, na nossa casinha, no buraco, olho para um lado, para outro, se ele estiver não consigo sair. Ele corre, corre, eu corro, corro também, muito, para ele não me pegar.

Não sei filho. Ele faz assim também comigo e com todos da nossa família. À noite o ratinho Roiroi, ia saindo da sua toca e parou. Ouviu as pessoas da casa conversando, na hora do jantar.

A Sony comentou: pai, nós vivemos com medo. Ao abrir a porta olho para os lados para ver se tem algum lalau. Não temos sossego nesta cidade grande. Ontem um jovem lalau tomou o celular da nossa vizinha e correu!

Não é só na cidade grande, filha, em todos os lugares a vida é um susto. Temos que educar a população desde cedo, para que todos sejam honestos, trabalhadores e felizes.

Mãe,  a Sony reclamou também, são tantos lalaus que perseguem o povo. O que é lalau? Indagou o ratinho Roiroi.

Há, filho, lalau ... lalau ... bom, são pessoas que não trabalham, não estudam e roubam dos outros. - Chi, mãe! Então somos lalaus, comentou Roiroi, ao ouvir a conversa da Sony. Não trabalhamos e roubamos a comida dos outros!

De repente o gatinho apareceu e o ratinho Roiroi, não teve outra opção, conversar com seu inimigo, a fim de ganhar tempo.

Ei seu, gatinho, posso falar com você?
O que é? Seja rápido que estou com água na boca.
Então cospe.
Fala ratinho. Não me irrite...

Porque você corre atrás de mim? Porque sou pretinho, feio, pequeno, dentuço, e, pobre? -Nada disso, estou com fome e quero lhe comer.
O ratinho correu desesperado entrou na saia da Sony.

Socorro, Sony, me ajuda. Quero estudar e ser amigo de todos os animais. Então vou fazer uma reunião, convocar a bicharada para falar sobre o assunto.

Todos concordaram, criaram uma escola, para todos os bichos sem distinção de gênero. Dona Ratazana, e a menina Sony convidaram a coruja e o macaco, para serem os professores.

Melhorou a situação na bicharada, dona Ratazana?
Melhorou muito, bondosa Sony, mas, está longe para que todos os animais se tornarem iguais e amigos. Haverá sempre os bons e os maus.

Vamos lutar, não é dona Ratazana?.... Somente a educação será capaz de transformar o mundo dos seres...
***

Lembrando do Dia Nacional do Livro Infantil, em homenagem a Monteiro Lobato, nascido a 18 de bril de 1882

 
Sonia Nogueira
Enviado por Sonia Nogueira em 18/04/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
SONHO É MAGIA DA ALMA