QUE A PAZ CHOVA NO MUNDO

SoniaNogueira

Arte e Emoção Caminhando

Meu Diário
09/07/2013 15h43
*BNB

O BNB, Banco do Nordeste Brasileiro investia no setor cultural em Fortaleza. Oferecia grátis: filmes, oficinas, palestras, encontro literário, biblioteca, cursos, teatro, apresentação musical, exposição de artes, cinema, leitura de jornal. No entanto comunicou aos visitantes com um cartaz que a festa acabou. Não sei que rumo vai tomar. Mudar de local ou excluir a cultura de suas páginas?

 

 

 


Publicado por Sonia Nogueira em 09/07/2013 às 15h43
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/01/2013 18h18
*DIA DO VOLUNTÁRIO

Dia 5 de dezembro a Sociedade de Assistência aos Cegos comemorou o Dia do Voluntario. A comemoração homenageia os voluntários que prestam serviços a esta instituição. Um deficiente visual foi o mestre de cerimônia e elogiou o trabalho dos voluntários. Em seguida convocou a presidente Josélia Almeida para saudação aos presentes. O professor e poeta Paulo Roberto, para abrilhantar o momento, falou sobre a importância do trabalho voluntário.

Houve apresentação de dança e canto, com alunos deficientes e não deficientes ao som do pianista Rocélio Gomes. Outros voluntários contribuem com trabalhos em informática. Esta casa oferece grandes benéficos engrandecendo e incentivando a autoestima de cada aluno com leitura e escrita em braile, leitura no livro falado, esporte, canto, dança e com a fundação da  ALASAC, Academia de Letras e Artes da Sociedade de Assistência aos Cegos, sendo presidente Paulo Roberto.

Josélia Almeida, presidente desta instituição nos recebe com carinho e sorriso farto e há sempre grande afago para com estas crianças de mundo escuro e passos incertos. Recebemos um CD com músicas variadas e de bom gosto. Houve coquetel após as homenagens..

Eu sou voluntária para gravação do livro falado, declamei um poema para os voluntários. 

 

 Dia do Voluntário

 

 

Estamos aqui, mais um ano, felizes,

Com gratidão pela amizade e saúde

Levando nossa voz em tom amiúde,

Aos ouvintes de leitores aprendizes.

 

O ler diário é aprendizado constante,

Mesmo que os olhos sejam as mãos,

Traz alegria e une nossos irmãos

Na mesma mensagem e corrente.

 

Corrente de sabedoria, de alimento

Da alma, elevando o saber em nós

Nas paginas do áudio é cimento,

Na construção da palavra e após,

 

Sentimos na leitura a sabedoria

Da vida, em cada aprendizado,

E vemos que a barreira foi vencida

Até na net com o fervor do teclado.

 

Parabenizo aos voluntários presentes.

Aos alunos desta sociedade de amigos,

A direção desta casa que é abrigo,

Na liderança da Josélia, presidente.

A TVC compereceu para fazer entrevista e divulgar o evento

 


Publicado por Sonia Nogueira em 01/01/2013 às 18h18
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
21/10/2012 10h45
*EU ELEITORA

 

Eu Eleitora

Eu Eleitora sou eu realidade: celetista, especulativa, conclusiva, interrogo, analiso, suponho resultados. Herança de um pai justo, honesto, onde a verdade sempre prevalece e o retorno vem à altura do enviado.

Os discursos políticos são tão comprometidos com educação, saúde e outros problemas sociais e regionais que a escolha fica equivalente em peso, altura e medida.

Os projetos são grandiosos, os comícios estudados com discursos convincentes, porém com resultados desoladores. Sorrisos, simpatias, abraços e beijos, sem seleção de classes sociais, me constrangem. Após as eleições o eleitor passa para o anonimato, e a indiferença. O sorriso se recolhe de nariz empinado, emudece com olhar indiferente.

Eu eleitora engulo. Que posso eu sob o poder da cédula, sob a força dos cargos do alto poder administrativo? Nada posso, sou impotente.  Apenas gritar no silêncio das letras e sufocar no anonimato das minhas aspirações para um mundo sedento de igualdade, de acordo com as potencialidades de cada grupo.

Recolho-me, guardo na gaveta habitual o título desolado. Vou assistir o desenrolar da peça teatral política: A burguesia, que não morreu, continua viva no palco. No teatro, os personagens com máscaras, representado a sena com aplausos dos escolhidos e do vazio da maioria que grita, faz greve, apanha, morre na inanição dos desejos irrealizáveis.

Espero outro biênio, outro e outros com os mesmos autores.

 


Publicado por Sonia Nogueira em 21/10/2012 às 10h45
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
08/09/2012 17h55
*O MÊS DE AGOSTO E SUAS SUPERSTIÇÕES

*O mês de Agosto e suas superstições

Algumas pessoas criam superstição quando nos deparamos com o mês de agosto. Nada mais que crendice popular. Os acontecimentos são iguais aos outros meses.

Quando Deus criou a terra não havia os meses, dias, horas, segundos. Tudo foi criado pelo homem com a finalidade de contar as necessidades religiosas, culturais, e de nascimento. A palavra do latim calendarium ou livro de registro que derivou de calendae indicando o primeiro dia do mês romano.

Portanto, nossa vida está planejada para viver e ser feliz, em paz, amando, crendo em Deus, no seio da família, fazendo laços com amigos, sermos fraternos.

Cada pessoa seguirá os ensinamentos bíblicos. O bem é a maior arma para sermos felizes, no trabalho, na escola na vida social e familiar.

Quem plantar boas sementes colherá bons frutos. E eles virão em qualquer mês, caso a terra seja bem adubada. O mês de agosto, portanto, haverá grande colheita, quando as boas ações se estenderam para este mês ou outros com igual valor, ou dissabor.

“Bem-aventurados os mansos: porque eles possuirão a terra”. Frase do Sermão da Montanha. Mas o planeta onde habita os bons e maus, atravessa momentos conflituosos. A conservação, o sustento e a paz mundial, em qualquer mês dependem unicamente de nós.

Nada há mais forte que a oração e a fé.

Amém

 

Publicado na revista "O Mensageiro de São Gerardo" 

da Paróquia de São Gerardo Majella, Fortaleza.

 


Publicado por Sonia Nogueira em 08/09/2012 às 17h55
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
06/02/2012 11h54
*SACO PLÁSTICO

 

Saco Plástico

Segundo estudos, o saco plástico danifica o ambiente devido à durabilidade de decomposição na terra. O saco plástico deve sair dos supermercados? E as outras embalagens plásticas, milhares de produtos dentro de sacos e garrafas plásticas! E o direito do consumidor que ao receber a mercadoria quer embalagem apropriada, de saco, seja ele de qualquer material, que, aliás, está embutido na compra da mercadoria!

Analiso que, os bolsos dos empresários ficam mais gordos. Passamos a comprar sacos plásticos para depositar o lixo e continuamos a comprar mercadorias dentro de embalagens plásticas. Na verdade, estes objetos ocupam apenas 0,3% do volume acumulado nas lixeiras

As caixas que nos oferecem não são confiáveis quanto à higienização de armazenamento. As bolsas que nos oferecem são lavadas sempre, e compradas várias vezes, mais ganho para o bolso do empresário.

O produto que compramos, portanto, deve receber embalagem descartável, oferecido pelas empresas, que ganham assustadoramente dos consumidores.

Sou ardorosa defensora da natureza, mas esta causa dos sacos plásticos requer melhores estudos que satisfaça as duas partes: consumidor e empresas, sem prejuízo, só para o consumidor. Enquanto o bolso do consumidor fica em déficit com o salário, com mais despesas, o bolso do empresário se agiganta.

 

Saco Plástico

http://www.sonianogueira.prosaeverso.net/blog.php?idb=30622


Publicado por Sonia Nogueira em 06/02/2012 às 11h54
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 2 de 16 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
SONHO É MAGIA DA ALMA